Reflexões sobre a Educação Ambiental Crítica em um grupo de pesquisa: um estudo de caso do GEASUR.

  • marcelo aranda stortti Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
  • Celso Sanchez Pereira Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Resumo

Neste trabalho admoestamos refletir sobre as pesquisas e a práxis de educação ambiental realizadas no âmbito do Grupo de Estudos de Educação Ambiental Desde El Sur (GEASur) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro  (UNIRIO). Neste sentido, buscamos conhecer e refletir a educação ambiental produzida nesse grupo de pesquisa na perspectiva do sul global, bem como, a contextualização necessária às complexas realidades dessa região. Para o GEASUR, esta abordagem pedagógica parte de premissas Freirianas e do campo dos estudos decoloniais críticos. A partir desse referencial teórico-metodológico, apresentamos estudos de casos sobre a educação ambiental e as pedagogias de resistência dos grupos em luta contra as petroleiras na Argentina e no Brasil, mais especificamente no caso da Baía da Guanabara (RJ). A partir das analises das pesquisas anteriores, observa-se que essa aproximação teórica pode trazer contribuições para a perspectiva da pesquisa e da práxi em educação ambiental crítica sobretudo ao reconhecer as educações ambientais e as práxis pedagógicas constitutivas dos movimentos sociais anteriores que vão além dos processos de educação popular corriqueiramente observados. Esses movimentos se reinventam e criam novas estratégias a todo instante, logo apresentam potencial criador e criativo que pode ajudar a refletir a educação ambiental de uma forma profundamente estruturante em todos os seus espaços e formas de atuação.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Professor das disciplinas de Ensino de Ciências, Educação Ambiental, Metodologia e Pratica de Ensino na graduação e pós-graduação.

Desenvolvendo pesquisa nessas  áreas e com movimentos sociais e educação.  

Referências

ACSELRAD, Henry (Org.). Conflitos social e meio ambiente. Rio de Janeiro: Relume Dumará: FASE, 2004.
BOGADO, Adriana. "A luta também te ensina": Processos de Ensino-aprendizagem no Marco de Movimentos Sociais Argentinos. AURORA. Ano V, número 8, agosto. 2008.
FANON, Franz. Os Condenados da Terra. Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2005.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.1987.
LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. Trajetória e fundamentos da educação ambiental. São Paulo, Cortez, 2004.
QUIJANO, Anibal. "Bien Vivir": entre el "Desarrollo" y la Des/Colonialidad del Poder. Boletim OXFAM, mayo. 2010. Disponível em: www.quijano.com.br. Acesso em: 11/01/16.
SANCHEZ, C.; MONTEIRO, B.; MONTEIRO, R. Na Trilha das Pedras: Algumas considerações sobre as metodologias de Educação Ambiental e o Processo de Escuta. Rev. Eletrônica Mest. Educ. Ambient., v. 24, 2010. Disponível em: https://www.seer.furg.br/remea/article/viewFile/3910/2336. Acesso em: 10/02/16.
SVAMPA, Maristella. Consenso de los Commodities, Giro Ecoterritorial y Pensamiento crítico en América Latina. Revista del Observatorio Social de América Latina. año XIII n 32, novembro. 2012. Disponível em: http://biblioteca.clacso.edu.ar/clacso/ osal/20120927103642/OSAL32.pdf . Acesso em: 01/11/15.
STORTTI, Marcelo, SANCHEZ, Celso. A geopolítica das lutas e conflitos socioambientais na América Latina: perspectivas para a educação ambiental contextualizada a justiça ambiental. V Seminário de Justiça ambiental, Igualdade Racial e Educação. 2015. Disponível em: www.semijaire.com.br. Acesso em: 21/12/15.
WALSH, Catherine. Interculturalidade Critica e Pedagogia Decolonial: In-surgir, Re-existir e Re-viver. In: CANDAU, Vera Maria (org.). Educação Intercultural na America Latina: entre Concepções, tensões e propostas. Editora 7 letras. 2009. WALSH, Catherine. Pedagogías decoloniales: prácticas insurgentes de resistir, (re)existir y (re)vivir. Quito, Ecuador: Ediciones Abya-Yala, 2013.
UCHÔA, R.; CASTRO, L.; SANCHEZ, C.. Por uma educação ambiental contra-hegemônica: a construção do conceito de oprimido ambiental em paulo freire a partir da análise crítica da década da educação para o desenvolvimento sustentável (DEDS). III Fórum de Educ. Ambiental Crítica. 2016. Disponível em: https://pt-br.facebook.com/events/562800900576805. Acesso em: 02/12/16.
Publicado
2017-05-05
Como Citar
STORTTI, marcelo aranda; PEREIRA, Celso Sanchez. Reflexões sobre a Educação Ambiental Crítica em um grupo de pesquisa: um estudo de caso do GEASUR.. Acta Scientiae et Technicae, [S.l.], v. 5, n. 1, maio 2017. ISSN 2317-8957. Disponível em: <http://www.uezo.rj.gov.br/ojs/index.php/ast/article/view/138>. Acesso em: 17 ago. 2022. doi: https://doi.org/10.17648/uezo-ast-v5i1.138.
Seção
Artigos