MEDIDA DE POROSIDADE EM SIC ATRAVÉS DE PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS

  • Vinicio C. da Silva Centro Universitário Estadual da Zona Oeste
  • Marília G. Diniz
  • José B. de Campos
  • Célio A. Costa Neto

Resumo

Esforços constantes de pesquisa têm sido conduzidos na seleção de materiais, combinando propriedades de interesse (mecânicas, químicas, elétricas ou térmicas), versatilidade de uso, tempo de vida útil elevado e baixo custo de produção. A busca por materiais de elevado desempenho mecânico despertou grande interesse na pesquisa e desenvolvimento dos cerâmicos avançados com aplicações estruturais e funcionais, como o carbeto de silício (SiC). Entretanto, a porosidade ainda é vista como fator limitador do alto desempenho destes materiais visto que, acima de determinada porcentagem, reduz largamente sua resistência mecânica. Seu controle atualmente é realizado através de técnicas de alto custo, com a utilização de tomógrafos. Este trabalho quantificou a porosidade através de análise e processamento digital de imagens (PDI), obtidas por microscopia ótica com controle dos parâmetros de lixamento e polimento ao longo de diversas profundidades da cerâmica avançada. A metodologia foi comparada ao método de Arquimedes, mais tradicionalmente utilizado. Os resultados mostraram que a técnica de PDI para o tipo e distribuição de poros existentes foi bem sucedida pra um material de difícil caracterização.

Referências

1. Silva, C. E. R. (2008), “Processamento de Carbeto de Silício Ligado por Reação”,
(COPPE/UFRJ, D.Sc., Engenharia Metalúrgica e de Materiais, 2008), Universidade Federal do Rio
de Janeiro - UFRJ, Rio de Janeiro.
2. Coelho, V. S. (2015), “Medida de Porosidade em SiC Através de Porcessamento Digital de
Imagens”, Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, Rio de Janeiro.
3. Lannes. R. A. (2013), Processamento e Caracterização do Carbeto de Boro Produzido por
Sinterização. Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, Rio de Janeiro.
4. Campos, R. M., Leite, R. S. B. (2013), “Influência da Preparação de Superfícies de Amostras de
Carbeto de Boro (B4C) nas Medidas de Microdureza Knoop”, Universidade do Estado do Rio de
Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro.
5. Silva, L. P. (2013), “Utilização do Processamento Digital de Imagens para Obtenção da
Porosidade do Carbeto de Boro”, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro.
Publicado
2016-02-21
Como Citar
DA SILVA, Vinicio C. et al. MEDIDA DE POROSIDADE EM SIC ATRAVÉS DE PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS. Acta Scientiae et Technicae, [S.l.], v. 3, n. 2, fev. 2016. ISSN 2317-8957. Disponível em: <http://www.uezo.rj.gov.br/ojs/index.php/ast/article/view/102>. Acesso em: 29 set. 2022. doi: https://doi.org/10.5935/2317-8957.20150008.