Biomonitoramento indica poluição do Rio Guandu por compostos cancerígenos

  • Mayra Mansur Reimann Centro Universitário Estadual da Zona Oeste, Rio de Janeiro, RJ
  • Nataly Melo dos Santos Centro Universitário Estadual da Zona Oeste, Rio de Janeiro, RJ
  • Cristiane Albuquerque Farinelle Centro Universitário Estadual da Zona Oeste, Rio de Janeiro, RJ
  • Adriano Arnóbio Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro,RJ.
  • Cristiane Martins Cardoso de Salles Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica,RJ.
  • João Bosco de Salles Centro Universitário Estadual da Zona Oeste, Rio de Janeiro, RJ

Resumo

O rio Guandu é responsável pelo fornecimento de água potável para mais de 10 milhões de pessoas da região metropolitana do Rio de Janeiro. Entretanto, diversos estudos têm demonstrado que esse rio apresenta elevados níveis de contaminação por substâncias que podem causar mutações e câncer. Portanto, é de extrema importância que providências sejam tomadas para melhorar a qualidade da água dessa bacia hidrográfica. O objetivo deste estudo foi avaliar o potencial do uso da enzima etoxiresorufina O-desetilase (EROD) hepática de tilápias (Oreochromis niloticus) como biomarcadora no monitoramento da qualidade da água do rio Guandu. A atividade da enzima foi determinada através de fluorimetria em frações microssomais e pós-mitocondriais de tilápias capturadas no rio Guandu e em dois sítios controles. Nossos resultados mostraram que a EROD hepática de tilápias capturadas no rio Guandu apresentou atividade 700% maior do que daquelas capturadas nos sítios controles. Esta elevada atividade da EROD nos fígados das tilápias do rio Guandu indica grande indução da subfamília de CYP1A. Diversos autores têm demonstrado que a indução desta isoforma de citocromo P-450 está associada à presença dos contaminantes bifenilas policloradas (PCB)  e dioxinas, que apresentam atividade cancerígena. Frente a estes resultados, não recomendamos o consumo de peixes capturados no rio Guandu, e sugerimos que outras pesquisas sejam feitas para que a origem destes contaminantes ambientais seja esclarecida.

 

Palavras-chave: Citocromo P-450, Monitoramento, Poluição, Rio Guandu, Tilapia.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Laboratório de Bioquímica.

Centro Setorial de Ciências Biológicas e da Saúde

##submission.authorWithAffiliation##

Laboratório de Bioquímica.

Centro Setorial de Ciências Biológicas e da Saúde

##submission.authorWithAffiliation##

Laboratório de Bioquímica.

Centro Setorial de Ciências Biológicas e da Saúde 

##submission.authorWithAffiliation##
Laboratório de Radiofarmácia Experimental. Departamento de Biofísica e Biometria
##submission.authorWithAffiliation##
Setor de Bioquímica do Departamento de Química,
##submission.authorWithAffiliation##

Laboratório de Bioquímica.

Centro Setorial de Ciências Biológicas e da Saúde 

Referências

BEYRUTH Z, MAINARDES-PINTO CSR, FUSCO SM, FARIA FC AND SILVA AL. 2004. Utilização de alimentos naturais por Oreochromis niloticus em tanques de terra com arraçoamento. B Inst Pesca, São Paulo 30(1): 9 - 24.

BIZERRIL CRSF AND PRIMO PBS. 2001. Peixes de águas interiores do Estado do Rio de Janeiro. FEMAR – SEMADS , Rio de Janeiro, 417p

BURKE MD, THOMPSON S, WEAVER RJ, WOLF CR AND MAYER RT. 1985. Ethoxy-, pentoxy and benziloxyphenoxazones and homologues: a series of substrates to distinguish between different induced cytochrome P-450. Biochem Pharm 34: 3337-3345.

CAJARAVILLE MP, BEBIANNO M, BLASCO J, PORTE C, SARASQUETE C AND VIARENGO A. 2000. The use of biomarkers to assess the impact of pollution in coastal environments of the Iberian Peninsula: a practical approach. The Science of the Total Environment. En: Science of the Total Environment. Special issue on Towards an integrative approach in Environmental Contamination and Toxicology. M.P.

CAJARAVILLE (guest ed.), Elsevier Science, Oxford 247: 295-311.
GRAÇA WJ AND PAVANELLI CS. 2007. Peixes da planície de inundação do alto rio Paraná e áreas adjacentes. 2007. EDUEM, Maringá. 241p.

HAHN ME. 2002. Aryl hydrocarbons receptor: diversity and evolution. Chemico-biol Interac 141: 131-160.

MASSENA EP, PEREIRA M, TORRES JPM AND MALM O. 2007. Avaliação da água potável da estação de tratamento de água do rio Guandu (ETA – Guandu) da Cidade do Rio de Janeiro, Brasil: Uma análise preliminar de poluentes orgânicos persistentes e metais poluentes. Oecol Bras 11(2): 213-218.

MOLISANI MM,ROCHA R, MACHADO W, BARRETO RC AND LACERDA LD. 2006. Mercury contents in aquatic macrophytes from two reservoirs in the Paraíba do Sul: Guandú River system, SE Brazil. Braz J Biol 66(1A): 101-107.

OOST RVD, BEYER J AND VERMEULEN NPE. 2003. Fish bioaccumulation and biomarkers in environmental risk assessment: a review. Environ Toxicol Pharm 13: 57-149.

PARENTE TEM, DE-OLIVEIRA ACAX, SILVA IB, ARAUJO FG AND PAUMGARTTEN FJR. 2004. Induced alkoxyresorufin-O-dealkylases in tilapias (Oreochromis niloticus) from Guandu river, Rio de Janeiro, Brazil. Chemosphere 54: 1613-1618.

PARENTE TEM, DE-OLIVEIRA ACAX AND PAUMGARTTEN FJR. 2008. Induced cytochrome P450 1A activity in cichlid fishes from Guandu River and Jacarepaguá Lake, Rio de Janeiro, Brazil. Environ Pollut 152: 233-238.

PACHECO M, SANTOS MA, TELES M, OLIVEIRA M, REBELO JE AND POMBO L. 2005. Biotransformation and genotoxic biomarkers in mullet species (Liza sp.) from a contaminated coastal lagoon (Ria de Aveiro, Portugal). Environ Monit Assess 107(1-3): 133-153.

PETERSON GL. 1977. A Simplification of the Protein Assay Method of Lowry et al. Which is More Generally Applicable. Anal Biochem 83: 346-356.

PINTO EM. 2001. Principais dificuldades de gerenciamento de resíduos industriais no estado do Rio de Janeiro. O caso CENTRES - Centro Tecnológico de Resíduos, localizado no município de Queimados. MSc thesis, Federal Fluminense University, Niteroi, Rio de Janeiro, Brazil. 133 pp.

SAFE S AND PHIL D. 1990. Polychlorinated biphenils (PCBs), dibenzo-p-dioxins (PCDDs), dibenzofurans (PCDFs), and related compounds: environmental and mechanistic consideration which support the development of toxic equivalency factors (TEFs). Crit Rev Toxicol 21: 51-88.

TORRES JPM, MALM O, PFEFFER WC, PEREIRA MS AND JAPENGA. 2003. Determination of organochlorines contaminants on river sediments and bottom feeding fish from Paraíba do Sul - Guandu River system - Brazil. Organohal Comp 62: 25-28.
ZAR JH. 2007. Biostatistical Analysis, 5th ed., Prentice-Hall, Inc. Upper Saddle River, NJ, USA , 960p.
Publicado
2013-12-25
Como Citar
REIMANN, Mayra Mansur et al. Biomonitoramento indica poluição do Rio Guandu por compostos cancerígenos. Acta Scientiae et Technicae, [S.l.], v. 1, n. 2, dez. 2013. ISSN 2317-8957. Disponível em: <http://www.uezo.rj.gov.br/ojs/index.php/ast/article/view/39>. Acesso em: 14 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.17648/uezo-ast-v1i2.39.
Seção
Artigos