CARACTERIZAÇÃO DE CHAMOTE E CASCA DE OVO PARA PRODUÇÃO DE MATERIAL CERÂMICO

  • Flaviane H.G. Leite Centro Universitário Estadual da Zona Oeste
  • Thiago F. Almeida
  • José N. F. Holanda

Resumo

Na atualidade existe uma crescente necessidade de sustentabilidade ambiental no mundo. Uma das questões de grande importância é a disposição final de resíduos sólidos poluentes de forma ambientalmente correta e econômica. Por outro lado, observa-se também uma tendência de escassez dos recursos minerais naturais utilizados na indústria cerâmica. Isto tem estimulado de maneira especial à pesquisa em direção à aplicação de matérias-primas alternativas de baixo custo como, por exemplo, resíduos sólidos. Este trabalho tem como objetivo a caracterização de resíduo sólido proveniente da indústria de cerâmica vermelha (chamote) e casca de ovo galináceo proveniente da indústria alimentícia da região de Campos dos Goytacazes-RJ, visando seu emprego como matérias-primas alternativas para o setor cerâmico.  As amostras de chamote e casca de ovo foram submetidas à caracterização física, química, mineralógica e térmica através do uso de diversas técnicas de caracterização de materiais tais como: fluorescência de raios-X, difração de raios-X, análise térmica diferencial, análise térmica gravimétrica, perda ao fogo e análise granulométrica. Os resultados experimentais indicam que ambos resíduos sólidos apresentam características apropriadas para serem usados como matérias-primas alternativas para aproveitamento cerâmico. O reaproveitamento destes materiais de resíduos sólidos também contribui para prevenir a poluição ambiental.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Flaviane H. G. Leite 1*(D), Thiago F. Almeida 1(D) e José Nilson F. Holanda1

Referências

1- Gouveia, F.P. (2008) Efeito da incorporação de chamote (resíduo cerâmico queimado) em massas cerâmicas para a fabricação de blocos de vedação para o distrito federal- DF. Um estudo experimental. Universidade de Brasília, Brasília- DF.
2- Vieira, C. M. F., Holanda, J. N. F., & Pinatti, D. G., (2000) Caracterização de Massa Cerâmica Vermelha Utilizada na Fabricação de Tijolos na Região de Campos dos Goytacazes-RJ. Cerâmica. vol. 46, n 297, p. 14– 17. ISSN 0366-6913.
3- Vieira, C. M. F., Souza, E. T. A,, & Monteiro, S. N., (2004) Efeito da incorporação de chamote no processamento e microestrutura de cerâmica vermelha. Cerâmica. vol.50, n.315, p. 254-260. ISSN 0366-6913.
4- Filho, R.F. (1997) A Utilização do Rejeito Industrial Cerâmico - Chamote - como Fator de Qualidade na Fabricação de Elementos Cerâmicos: um Estudo Experimental. Cerâmica.vol.43, n.281-282, p.133-139.
5- Vieira, C.M.F., & Monteiro, S.N. (2007 Effect of grog addition on the properties and microstructure of a red ceramic body for brick production. Construction and Building Materials. Vol. 21, p. 1754–1759.
6- Oliveira, D. A., Benelli, P., & Amante, E.R. (2009) Valorização de Resíduos Sólidos: Casca de Ovos como Matéria-Prima no Desenvolvimento de Novos Produtos. 2nd International Workshop | Advances in Cleaner Production. São Paulo , Brazil
7- Freire, M.N., Sousa, S.J.G., & Holanda, J.N.F. (2008) Using eggshell in red wall tiles. Waste and Resource Management, v. 161, p. 23-27.
8- Simons, P. ( 2007) Consumo de ovos deve aumentar. Redação Avicultura Industrial. Disponível em: http://www.aviculturaindustrial.com.br/noticia/xx-congresso-consumo-de-ovos-deve-aumentar-diz-especialista-holandes/20071101102907_29570.
9- Menezes, R.R., Almeida,R.R, Santana, L.L., Ferreira, H.S, Neves, G.A., & Ferreira, H.C. (2007) Utilização do Resíduo do Beneficiamento do Caulim na Produção de Blocos e Telhas Cerâmicos . Revista Matéria, v. 12, n. 1, pp. 226 – 23.
Publicado
2016-02-21
Como Citar
LEITE, Flaviane H.G.; ALMEIDA, Thiago F.; HOLANDA, José N. F.. CARACTERIZAÇÃO DE CHAMOTE E CASCA DE OVO PARA PRODUÇÃO DE MATERIAL CERÂMICO. Acta Scientiae et Technicae, [S.l.], v. 3, n. 2, fev. 2016. ISSN 2317-8957. Disponível em: <http://www.uezo.rj.gov.br/ojs/index.php/ast/article/view/100>. Acesso em: 29 set. 2022. doi: https://doi.org/10.5935/2317-8957.20150007.