USO DO GOOGLE EARTH NA DEFINIÇÃO DE ÁREAS PRIORITÁRIAS PARA PESQUISA NOS CAMPOS RUPESTRES FERRUGINOSOS DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO ROLA-MOÇA

  • Thamyres Sabrina Gonçalves IEF MG
  • Maria das Dores M. Veloso Universidade Estadual de Montes Claros
  • Geraldo W. Fernandes Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

O objetivo desse trabalho é avaliar as possibilidades da utilização das imagens do software Google Earth para identificação de áreas prioritárias para estudos de conservação e trabalhos de recuperação ambiental de Campo Rupestre Ferruginoso no Parque Estadual da Serra do Rola Moça. Enquanto procedimento metodológico tentou-se fazer a discriminação entre áreas conservadas e impactadas por meio das imagens de satélite disponibilizadas por este programa dentro da área limite da unidade de conservação em estudo. Os resultados mostram que a utilização do Google Earth possui viabilidade para implantação de projetos de recuperação apenas em áreas com grau muito elevado de degradação, já com relação aos ambientes conservados, as imagens apresentam dificuldades na discriminação entre ambientes com graus de intensidade baixa e ou média de degradação e locais onde a vegetação encontra-se efetivamente conservada. Conclui-se que apesar de importante, o uso do Google Earth deve necessariamente ser complementar a trabalhos de florística e análise ecologia da paisagem.

Publicado
2022-08-04
Como Citar
GONÇALVES, Thamyres Sabrina; VELOSO, Maria das Dores M.; FERNANDES, Geraldo W.. USO DO GOOGLE EARTH NA DEFINIÇÃO DE ÁREAS PRIORITÁRIAS PARA PESQUISA NOS CAMPOS RUPESTRES FERRUGINOSOS DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO ROLA-MOÇA. Acta Scientiae et Technicae, [S.l.], v. 9, n. 2, ago. 2022. ISSN 2317-8957. Disponível em: <http://www.uezo.rj.gov.br/ojs/index.php/ast/article/view/338>. Acesso em: 07 dez. 2022. doi: https://doi.org/10.17648/uezo-ast-v9i2.338.
Seção
Artigos