OCORRÊNCIA DE Hypanus americanus (Hildebrand & Schroeder, 1928) e Pseudobatos percellens (Walbaum, 1792) COMO DESCARTE DAS PESCAS ARTESANAIS DA PRAIA GRANDE DA ILHA DE ITACURUÇÁ, RIO DE JANEIRO, BRASIL

  • Natalia Guimarães Universidade Castelo Branco
  • Fábio Moraes da Costa Universidade Castelo Branco
  • Fabiano Paschoal de Oliveira Universidade Castelo Branco
  • Alessandra Araujo de Alcantara Universidade Castelo Branco
  • João Gabriel Menezes Viana de Matos Universidade Castelo Branco

Resumo

As raias fazem parte da megafauna marinha, com aproximadamente 633 espécies marinhas ou dulcícolas no mundo das quais 55 ocorrem no Brasil. O sudeste brasileiro possui características favoráveis para reprodução e alimentação das raias. O presente estudo tem como objetivo catalogar as raias resultante de descarte das pescas artesanais, coletadas na praia Grande da Ilha de Itacuruçá, no Rio de Janeiro. As espécies encontradas foram transportadas para o Laboratório de Biologia Marinha, da Universidade Castelo Branco, RJ, onde em seguida foram tomados os dados merísticos e morfométricos para identificação taxonômica dos indivíduos coletados. Ao total foram identificados onze indivíduos de raias pertencentes a duas famílias, Dasyatidae, com 5 indivíduos identificados da espécie Hypanus americanus; e Rhinobatidae, com 6 indivíduos da espécie Pseudobatos percellens. A megafauna marinha de raias está cada vez mais ameaçada devido as pescas artesanais, de arrasto e de espera; uma vez que estão presentes como fauna acompanhante. Dessa forma, o presente estudo procurou agregar informações sobre as lacunas existentes, sobre o estado atual das espécies de raias recorrentes na Ilha de Itacuruçá, RJ.

Publicado
2021-07-06
Como Citar
GUIMARÃES, Natalia et al. OCORRÊNCIA DE Hypanus americanus (Hildebrand & Schroeder, 1928) e Pseudobatos percellens (Walbaum, 1792) COMO DESCARTE DAS PESCAS ARTESANAIS DA PRAIA GRANDE DA ILHA DE ITACURUÇÁ, RIO DE JANEIRO, BRASIL. Acta Scientiae et Technicae, [S.l.], v. 9, n. 1, jul. 2021. ISSN 2317-8957. Disponível em: <http://www.uezo.rj.gov.br/ojs/index.php/ast/article/view/305>. Acesso em: 03 jul. 2022. doi: https://doi.org/10.17648/uezo-ast-v9i1.305.
Seção
Artigos